História

A partir do nome de uma antiga da tribo da África do Sul, onde foram descobertos os primeiros depósitos de diamantes, a CAFRO é agora sinónimo de excelência em ferramentas de diamante e CBN para mecânica de precisão. Fundada em 1955 por Giovanni Mancina, a terceira geração da família Mancina está atualmente à frente da empresa, herdando 60 anos de dedicação e conhecimento tecnológico. A gestão gerencial que caracteriza a empresa tem sido baseada na pesquisa altamente profissional, na qualidade do produto e na inovação.

  • As origens distantes de uma história de sucesso

    A CAFRO foi criada com a visão de Giovanni Mancina, nascido em Milão em 1911, cuja história está profundamente entrelaçada com os acontecimentos históricos do século XX. Envolvido no negócio da família que fabricava brinquedos, extinto pela crise de 1929, Giovanni, com menos de 20 anos, começa novamente do zero. Depois de vários empregos é, aos trinta anos, chefe de oficina da companhia Robert Zapp em Milão, uma das primeiras empresas italianas para a fabricação de ferramentas de metal duro.
    Com a eclosão da segunda guerra mundial, é recrutado e usado como operário numa fábrica de produção de armas. Em 1941 casou-se e aceitou um novo emprego em Fino Mornasco, na recém-criada empresa USAP, a filial italiana da Alemã Walter de Tübingen, fabricante de ferramentas de metal duro.

  • Os anos '50-'60

    Aqui começa a história da CAFRO . Em 1955, Giovanni Mancina já possuia um pequeno negócio em casa de produção de peças de metal ao qual dedicava as horas da noite. Depois de ver os primeiros discos de diamante na USAP, transformou-se num pioneiro de uma indústria que está a dar os primeiros passos. Um nome memorável, que é pronunciado quase da mesma maneira em todas as línguas, tão antigo quanto os antigos depósitos de diamantes: CAFRO. Tinha 3 trabalhadores e novas máquinas para o fabrico de mós em ligante resina. Os clientes vinham das regiões do norte da Itália e eram nomes de primeira linha. O know-how acumulado ao longo de décadas na fabricação de ferramentas de metal duro era a base para chegar a outras áreas e era o momento de Giovanni Mancina se dedicar inteiramente ao novo negócio e à construção de um edifício industrial adjacente à sua casa, na via Donizetti, Fino Mornasco. Todas as mós foram produzidas com diamante natural, enquanto a General Electric sintetizava os primeiros diamantes industriais; a CAFRO foi convidada a visitar as suas novas instalações em Ohio, começando uma colaboração que dura até hoje. Novas máquinas foram adicionadas, as encomendas cresceram (incluindo do estrangeiro) e o número de funcionários chegava a dez. A técnica foi-se refinando e novas fórmulas foram desenvolvidas. Em 1965 foi instalada a primeira prensa de sinterização para mós de diamante em ligante metálico; no ano seguinte, os filhos Roberto e Guido juntaram-se à empresa. Os empregados chegaram aos quinze, abriu-se um departamento para a construção de ferramentas de metal duro, alargou-se a gama de ligas em resina e metal e estabeleceu-se a base para a análise e desenvolvimento dos ligantes.

  • Os anos '70-'80

    O início da década de 70 marcou o boom da indústria de superabrasivos. Tornou-se disponível no mercado o C.B.N. (Nitreto de Boro Cúbico), com o qual foi finalmente possível a retificação de ligas ferrosas, abrindo enormes possibilidades de aplicação que deram um impulso significativo no crescimento do negócio.
    O Diamante policristalino passou a estar, também, disponível e a CAFRO reorganizou a sua produção de ferramentas de metal duro, tornando-se o primeiro fabricante italiano de POLYDIAM ferramentas de diamante policristalino. Rapidamente, a gama de produtos abrangeu também POLYBORN ferramentas de CBN policristalino.
    Em 1980, a CAFRO comemorou os seus primeiros 25 anos, precisamente com 25 funcionários e uma dúzia de agentes da Itália, Suíça e Alemanha. Para comemorar o quarto de século, a CAFRO apresentou-se na exposição EMO, em Hannover, evento mundial obrigatório para aqueles que trabalham no domínio das ferramentas. A partir desse momento, a CAFRO tem marcado presença nesse importante evento.
    Nos anos 80, a CAFRO envolveu-se em atividades de pesquisa e desenvolvimento. Começou a produzir máquinas para otimizar os seus processos de produção: prensas, automação das retificadoras e perfiladoras, trabalho que tem evoluído ao longo dos anos até aos nossos dias. A CAFRO produziu, também, as primeiras mós de grande diâmetro da Europa (até 600 mm) para retificação plana com mós contrapostas e sem centros. As primeiras mós vitrificadas são adicionadas à gama de produtos.

  • Os anos '90-2000

    O exponencial crescimento do mercado, tanto na Itália como no exterior, levou a que, no início dos anos 90, houvesse necessidade de expandir o departamento de fabrico.
    Em 1995, a empresa mudou a sua localização para onde se encontra atualmente, Via Raimondi 55, na altura com 3.000m²; em 1999, acrescentou um segundo pavilhão com um total de 5.000m2, onde o novo e inovador departamento galvânico foi implantado. Nesses anos, a terceira geração da família Mancina: Mario, Giovanni e Sílvia, juntaram-se à empresa, dando um novo impulso para o desenvolvimento de inovações, tais como os produtos galvânicos e o sistema CAD. Em 1996, o Sistema de Gestão da Qualidade da CAFRO é certificada segundo a norma ISO 9002, atualizada em 2002 de acordo com a ISO 9001. Em 2002, abriu o novo departamento de cerâmica, completando a gama de produtos CAFRO com um produto de qualidade superior; também neste caso, na base do desenvolvimento, há uma conceção inovadora da gestão dos produtos vitrificados. Em 2007, o Sistema de Gestão Ambiental da CAFRO obteve a certificação ISO 14001 e em 2009, o terceiro pavilhão é construído, agora utilizado como armazém para um total de 6500m2 de área coberta.

  • Marcos recentes

    A evolução do CAFRO continua com o desenvolvimento das mós híbridas e a revisão dos ligantes de resina através do Bond System da CAFRO, um sistema coordenado e flexível introduzido em 2013, que permite definir a mó ideal para cada aplicação; em 2014 muitos destes novos produtos são selecionados para a lista "disponível em stock", que permite ter uma série de produtos standard CAFRO, com uma qualidade otimizada, preços competitivos e entrega imediata.
    Em junho de 2014, o Sistema de Gestão de Saúde e Segurança no Trabalho da CAFRO recebe OHSAS 18001 e é posto em prática um Sistema de Gestão Integrado de Qualidade, Ambiente e Segurança e Saúde. A CAFRO continua a evoluir, a fim de competir no mercado global: a sua rede de vendas abrange os 5 continentes, particularmente a Europa, de uma forma generalizada, mas também com representação na Ásia, nas Américas e clientes na África e Oceania.

  • Qualidade, pesquisa, personalização do produto são, hoje, as bases da CAFRO

    O core business da empresa continua a ser representado por mós de diamante e CBN em resina; a gama de produtos é completada com mós de ligante metálico, vitrificado, híbrido e galvânico, ferramentas policristalinas, pós abrasivos e pastas. O know-how da empresa também inclui o estudo e construção de máquinas e equipamentos, pesquisas sobre matérias-primas e pastas, aplicações inovadoras e otimização do uso das ferramentas, também através de uma forte parceria com clientes e vários fabricantes de máquinas europeus.

CAFRO, a sua escolha para Superabrasivos!

 

ESTRUTURA COMERCIAL

Filtrar por Todas | Mundo | Italia | Europa
Lenda: Representações comerciais | Local de produção | MIRKA Ltd.
 
nec Praesent lectus at ultricies leo id ut id,